Dicas e informações para ajudar a sua transportadora na Black Friday 2021

sexta-feira, setembro 2021

A Black Friday, dia que inaugura uma temporada de compras, já caiu no gosto dos brasileiros e vem apresentando um crescimento contínuo. Com o aumento do volume de vendas também cresce a demanda para transportar todas essas mercadorias.

Mesmo diante da pandemia (e em decorrência dela), o evento foi ainda mais digital em 2020 e trouxe um alto faturamento para as lojas virtuais. De acordo com o relatório da Neotrust/Compre&Confie, os e-commerces faturaram um total de R$ 7,72 bilhões entre os dias 26 e 30 de novembro no ano passado, um crescimento de 27,7% em comparação com 2019. Só na véspera e no dia da Black Friday as lojas digitais viram seu faturamento crescer 31%, totalizando R$ 5,1 bilhões, com 7,6 milhões de pedidos e um ticket médio de R$ 668,70. No dia, na sexta-feira, foram contabilizados R$ 3,86 bilhões de faturamento total, com 5,34 milhões de pedidos.

Segundo dados da Social Miner, a taxa de recompra (de clientes que compraram na mesma plataforma de 2019) foi de 9,8%, 4,7 vezes maior, o que significa uma maior eficiência nas estratégias de fidelização dos e-commerces.

A análise também mostrou que houve em 2020 um aumento do atendimento por WhatsApp, que duplicou entre os dias 12 e 29 de novembro, e os dispositivos móveis foram usados por 30% dos usuários para finalizar as suas compras. Em busca pela agilidade na entrega, o envio a partir da loja física mais próxima teve um aumento de 142%, totalizando 57% das vendas totais. Já as retiradas nos estabelecimentos físicos, por motivos óbvios, tiveram uma queda de 38%, representando somente 5% dos pedidos.

Neste ano, com as atividades sendo retomadas e a economia dando sinais de recuperação, a expectativa é que esses índices sejam ainda maiores. Esse é um período em que o varejo tem a oportunidade de vender mais e aumentar o seu faturamento, mas para tanto, é preciso que seja feito um planejamento minucioso que envolve muitos fatores, entre eles, a logística.

A Loggup, maior startup do Brasil, especialista em ajudar as transportadoras a venderem mais fretes, preparou as dicas abaixo para que o sucesso do varejo na Black Friday impacte positivamente na logística. Acompanhe:

9 dicas para as transportadoras venderem mais fretes

# Dica nº1 – Planeje para crescer na Black Friday

O planejamento é o primeiro passo para o varejo e empresas de transporte, e o lucro depende totalmente dele.

Todas as ações voltadas para essa campanha devem começar com antecedência, com gestores estruturando suas equipes, recompondo seus estoques e definindo quais serão os canais de venda. É nessa etapa que a logística entra.

As empresas de logística também precisam planejar com muito cuidado suas ações, levantando se há a necessidade de contratar mais pessoas, firmar parceria com empresas de frotas específicas e investimentos em novas ferramentas tecnológicas, como um roteirizador, por exemplo.

Além de estudar como foram os eventos anteriores, é recomendável que o transportador tenha acesso a informações do varejo, como perspectiva de volume a ser comercializado ou regiões onde as ofertas serão disponibilizadas. Com esses dados, o planejamento se torna mais real e previsível.

# Dica nº 2 – Prepare a sua estrutura

Investir em marketing para ser referência no varejo como empresa que transporta encomendas com eficiência, na maioria das vezes, advindas do e-commerce é importante, e preparar a estrutura para atender uma expectativa maior de demanda, é fundamental.

Uma frota completa, com modelos diversificados e principalmente com veículos que se movimentam com agilidade nos centro urbanos pode fazer a diferença.

O ritmo que precede a Black Friday é frenético e precisa de agilidade. Se a sua equipe já trabalha no limite, talvez seja providencial contar com mais profissionais para dar conta da demanda que está por vir.

# Dica nº 3 – Tenha controle do estoque

A logística da Black Friday compreende também a armazenagem de mercadorias e para que o processo aconteça com qualidade, é preciso muita organização, informação e tecnologia, para fazer a gestão de forma assertiva e sem surpresas que podem comprometer uma das principais características do e-commerce: o prazo.

É recomendável inventariar o que está estocado para ter o controle, mesmo com a velocidade das vendas, muito maior nesse período. Nesse sentido, manter sempre as informações atualizadas ajuda muito.

A análise dos dados, obtidos por meio de ferramentas tecnológicas, ajuda na organização, minimizando os riscos de sobras ou a falta de produtos. Esse é um grande passo para o sucesso da campanha.

# Dica nº 4 – Gerencie fretes e prazos

Volte seus esforços para implementar fretes e prazos competitivos. Esse é certamente o fator que mais influenciará a escolha de uma transportadora para entregar as mercadorias comercializadas na Black Friday, que têm como atrativo exatamente o menor preço e o melhor prazo.

Um gerenciamento eficiente, que consiga se enquadrar na equação frete/prazo, pode nem ser percebido pelo seu cliente e pelo cliente do seu cliente, mas se não houver frete competitivo com o menor prazo de entrega, a imagem da empresa pode ser afetada.

O varejo virtual, ainda mais forte com a Black Friday, pode até oferecer uma oportunidade imperdível de compra, mas se o valor do frete for muito caro e o prazo de entrega muito extenso, a operação está comprometida.

# Dica nº 5 – Esteja preparado para o aumento da demanda com um atendimento eficiente

Ninguém duvida da dificuldade de adequar as atividades e as operações do dia para a noite. Se preparar para atender a demanda da Black Friday é fundamental e precisa começar agora.

O varejo, físico e virtual que aderiu à Black Friday, sabe que a procura e os acessos aumentam consideravelmente nesse período, e como consequência, a necessidade de transportar para os clientes que compram pela internet e para as lojas que os recebem presencialmente, também é maior e, nesse sentido, um atendimento eficiente é essencial.

Prepare as suas equipes, intensifique os preparativos para a Black Friday desse ano e se estruture desde já para manter uma taxa positiva de performance, entregando todas as mercadorias no prazo, e com atendimento claro, transparente e eficiente.

# Dica nº 6 – Firme parcerias para ampliar sua participação

A Black Friday é uma campanha que abrange todo o território nacional, com clientes fazendo compras em todo o País e, para entregar em tantos lugares diferentes as parcerias são fundamentais.

Hoje, com milhões de quilômetros de rede rodoviária à disposição das transportadoras, locomover essas mercadorias para qualquer lugar do País não é mais o maior dos problemas, graças às parcerias, que ampliam a sua área de atendimento, também há a possibilidade de alcançar outras de vantagens competitivas.

# Dica nº 7 – Organize a sua operação

No momento que antecede a Black Friday é imperativo ter todas as etapas da operação revisadas e organizadas para que no caso da multiplicação das vendas, todas as solicitações sejam atendidas dentro do prazo.

A transportadora, considerada de confiança e comprometida, cumpre com o prometido para que a loja, virtual ou física, não perca clientes e tenha sua reputação desacreditada.

# Dica nº 8 – Invista em tecnologia

É com tecnologias eficazes que se aprimora ainda mais o fluxo de entregas, como rastreamento e monitoramento de cargas. Investir em tecnologia é imprescindível para a transportadora que pretende ganhar escala, reduzir custos, aprimorar os processos e nível de serviço, e aumentar a sua lucratividade com a Black Friday. As ferramentas tecnológicas permitem que a equipe foque em atividades que agreguem maior valor para a empresa, além de aumentar o controle das operações e reduzir os erros.

# Dica nº 9 – Atenção a logística reversa

A logística reversa é um ponto decisivo na hora da compra, inclusive na Black Friday. Segundo pesquisa do Conselho de Logística Reversa Brasileira, mais de 75% dos clientes pesquisam os detalhes de como a compra poderá ser efetuada, no caso de uma devolução ou troca do produto, para concluir o pedido.

A logística reversa é determinante para a experiência do cliente e pode influenciar na decisão de consumir ou não outros produtos da marca. É um cenário desafiador e a tecnologia tem um papel fundamental na gestão da logística reversa na Black Friday.

A Loggup, maior empresa do País especializada em ajudar as transportadoras a ampliarem os seus resultados, faz parte dessa história de crescimento, possibilitando que transportadoras de todo o Brasil vendam mais fretes, com transformação digital e estratégias comerciais de sucesso!

Quer receber mais dicas, entre em contato conosco e conheça nossas soluções!

Linkedin

Instagram

Facebook

Youtube

 

 

Leave a Reply

Quer receber mais dicas gratuitamente?

Cadastre-se para receber informações privilegiadas e levar
sua transportadora a comunidade digital

O blog Loggup ajuda centenas de transportadoras de cargas através de dicas práticas em transformação digital.

Copyriht © 2019 Loggup Logistic Group. Todos os direitos reservados.
Feito com pelo time da Loggup