Origem e evolução do marketing

terça-feira, maio 2020

Estamos vivendo no Marketing 4.0: A era da revolução digital, com foco em encantar o cliente.

Origem e evolução do marketing

Pouco se fala sobre como e onde surgiu o marketing. Apesar de alguns especialistas acreditarem que foi a partir da Revolução Industrial, o marketing tem origem desde os primórdios do mundo. Naquele momento já havia muita permuta, escambo e troca de produtos, caracterizando uma relação comercial, com necessidades específicas e que precisava de persuasão para garantir que o objetivo daquele negócio fosse vantajoso.

E o que é o marketing senão um bom uso do poder de influenciar pessoas? A partir disso, o mundo mudou e o marketing foi se adaptando várias e várias vezes até chegar no modelo que conhecemos hoje, mas que pode mudar amanhã. Adaptação é a palavra-chave para tornar esse serviço tão essencial mesmo após anos e anos.

A Associação Americana de Marketing define a atividade como um “conjunto de instituições e processos para criar, comunicar, entregar e trocar ofertas que tenham valor para os clientes, parceiros e sociedade em geral”. Mas nem sempre foi assim e para entendermos toda a evolução, precisamos voltar ao tempo.

As civilizações antigas em algum momento entenderam a necessidade de fazer troca entre si, uma forma de comércio bem rudimentar. Para isso precisavam usar técnicas de persuasão e foram desenvolvendo cada vez mais essa estratégia.  Na antiguidade clássica, há registros de que os chamados “pregoeiros”, que eram marqueteiros de profissão, anunciavam a venda de gados e outros produtos por onde passavam. Depois, com as grandes navegações, surgiram as moedas e as relações comerciais se intensificaram e ficaram mais complexas.

Um tempo depois, por volta de 1450, um homem chamado Johannes Gutenberg, inventou a prensa móvel tipográfica, que permitia a impressão. O que antes era um processo vagaroso, pois era escrito a mão, tornou-se mais simples e possibilitou o desenvolvimento em alta escala. A criação da prensa revolucionou a comunicação humana e impulsionou a criação dos primeiros anúncios impressos.

No séc VXII houve o surgimento dos primeiros jornais e revistas, que se tornaram um meio muito interessante para as empresas divulgarem seus produtos, mas ainda no modelo outbound, tentando vender o produto antes de criar qualquer vínculo com os clientes.

Após a revolução industrial, o mundo mudou e a forma de produção e venda também. Muitos estudiosos acreditam que nesse período o marketing foi criado, porque houve grande transformação e definição estratégica dessa prática. Tudo que era produzido era vendido, havia maior demanda do que empresas para produzi-las, então não havia preocupação com a qualidade do que era produzido e nem com os clientes. A publicidade era massiva e genérica e os consumidores considerados apenas receptores da mensagem. Esse período no séc. XVIII foi chamado de Marketing 1.0: a era da produção.

Décadas se passaram e começaram a surgir os primeiros estudos de mercado, com foco em logística e produtividade. O marketing foi se estruturando como uma ciência humana e começou-se a entender a necessidade de estudos ainda mais complexos. A informação se tornou essencial para captar o cliente e ajudar a impulsionar as vendas, já que nessa altura, outras grandes empresas foram surgindo, aumentando demais a concorrência .O foco era em vender a qualquer custo e para isso necessário saber as necessidades do consumidor, que já tinha deixado de ser tão inocente e se tornou cada vez mais exigente. Aqui as mídias telefônicas, radiofónicas e televisivas já eram realidade, as publicidades eram mais direcionadas, a fim de atingir o público certo do produto e evitando desperdício anunciando para todos, foi se percebendo cada vez mais os nichos diferentes entre os clientes. Aqui se estabeleceu o Marketing 2.0: a era da informação com foco no cliente, por volta do fim do séc. XIV e meados do séc. XX.

O mundo continuou evoluindo e com ele a importância do marketing se transformar também. As empresas começaram a enxergar o cliente de forma plena, um ser com mente, alma e coração, que tem ideologias, princípios e sentimentos. Ao mesmo tempo, a sociedade começou a entender a importância de cuidar do meio ambiente e exigiam isso das empresas. As missões, visões e valores são implementadas e incorporadas ao marketing. O boom da internet aconteceu nesse período, tornando-se grande protagonista da transformação digital e da globalização. Novos meios se desenvolveram como os blogs, os e-mails, algumas redes sociais e buscadores, o advento da internet mudaria o mundo pra sempre. Neste contexto, as companhias passam a humanizar seus discursos e abraçar causas sociais e ambientais, demonstrando preocupação com o desenvolvimento sustentável e com o ser humano. A partir disso, há uma construção e preocupação com a marca. Esse período aconteceu no final do séc. XX e início do séc. XXI e ficou conhecido como Marketing 3.0: a era dos valores.

E finalmente chegamos na era atual, com as redes sociais a todo vapor e com a internet fazendo parte de todos os momentos da nossa vida. Uma era ultra digital, com informações e dados disponíveis a todos e onde cada indivíduo tem voz.

Com bilhões de usuários prestando atenção em tudo o que acontece no mercado em seus smartphones com a facilidade de um toque, podendo a  qualquer momento comparar preços e qualidade entre as marcas e empresas. A partir das principais inovações digitais, foi nascendo também grandes necessidades que foram agregados aos marketing, a partir dos mecanismos de busca, surgiu a preocupação com SEO; A partir dos blogs, surgiu o Marketing de Conteúdo; A partir do fenômeno do Facebook, surgiu o Marketing de Redes Sociais; A partir da popularização do YouTube, surgiu a incorporação do vídeo ao Marketing; A partir das redes de comunicação móveis, a necessidade de buscar inovações no web design. As empresas foram entendendo a partir disso, a importância de criar um bom relacionamento com o cliente, com interações online e offline. Um cliente satisfeito é o melhor aliado da empresa, divulgando-a e a defendendo, criando um relacionamento nunca antes visto. O desenvolvimento do marketing digital, traz o foco nos desejos do consumidor, em ofertar soluções cada vez mais práticas e proporcionar ótimas experiências de forma a atrair o cliente. Com a técnica conhecida como o Inbound Marketing as empresas criam vínculos, educando os clientes sobre o problema, apresentando soluções, gerando valor por meio da informação. Estamos vivendo no Marketing 4.0: a era da revolução digital, com foco em encantar o cliente.

Como podemos ver, o marketing sempre esteve presente nas nossas vidas de acordo com cada necessidade da época. O mundo evolui e continuará em uma evolução infinita e assim o marketing continuará se ajustando a ele, se flexibilizando e lidando com os desafios cada vez mais de forma dinâmica e ousada.

Quer receber mais dicas, entre em contato conosco e conheça nossas soluções!

Linkedin

Instagram

Facebook

Youtube

 

 

Quer receber mais dicas gratuitamente?

Cadastre-se para receber informações privilegiadas e levar
sua transportadora a comunidade digital

O blog Loggup ajuda centenas de transportadoras de cargas através de dicas práticas em transformação digital.

Copyriht © 2019 Loggup Logistic Group. Todos os direitos reservados.
Feito com pelo time da Loggup